Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

1483645341b9fa79b2bf069a790f94f6ac7a42fcc8
No comando: SHOW BANDAS

Das 07:00 as 10:00

VALCIR MARTINS
No comando: Jornal Comunitário

Das 07:15 as 08:00

JEFERSON RUSCHEL
No comando: Bom Dia Solidária

Das 08:00 as 10:00

img_7890
No comando: MARCA NATIVA COM JULIA DE SÁ

Das 10:00 as 12:00

whatsapp-image-2018-03-05-at-16-10-09
No comando: MISTURA TOTAL

Das 10:00 as 12:00

VALCIR MARTINS
No comando: Raízes do Pampa

Das 10:00 as 13:00

sequencia-programada
No comando: SEQUENCIA PROGRAMADA

Das 12:00 as 13:00

top_brasil
No comando: TOP BRASIL

Das 13:00 as 14:00

img_8711
No comando: Show de Bandas

Das 13:00 as 15:00

No comando: RÁDIO ESCUTA

Das 14:00 as 16:00

whatsapp-image-2018-03-05-at-16-10-09
No comando: ARENA 105

Das 15:00 as 17:00

No comando: NOBREAK

Das 16:00 as 18:00

23658647_714778802060992_6188776127324446005_n
No comando: LAÇO DO PEÃO

Das 17:00 as 19:00

Passadas curtas e agilidade muscular podem evitar problemas no joelho

Compartilhe:
istock-187119755

O joelho é uma das articulações que mais sofre com lesões na corrida, principalmente aquelas relacionadas à sobrecarga, como a tendinite patelar. Embora a corrida seja um esporte considerado de “alto impacto” é possível tomar algumas medidas que amenizam o estresse sobre o joelho e dessa mantê-lo saudável. Saiba quais são as dicas da fisioterapeuta Raquel Castanharo, especialista do Eu Atleta:

Passadas mais curtas

A melhor maneira de correr, levando em consideração a mecânica do nosso corpo, é com passadas mais curtas. Quanto mais perto do tronco o pé aterrissa durante a corrida menor será a sobrecarga sobre o joelho (é uma questão simples de braços de alavanca e força da gravidade).

Tente treinar sua agilidade muscular com exercícios dinâmicos (Foto: Getty Images)Tente treinar sua agilidade muscular com exercícios dinâmicos (Foto: Getty Images)

Tente treinar sua agilidade muscular com exercícios dinâmicos (Foto: Getty Images)

Com essa orientação costuma vir o questionamento: “Mas quando vejo atletas profissionais correndo eles dão passos enormes”. Sim, é verdade, mas isso acontece porque a perna deles vai mais para trás e não mais para frente (eles realizam maior extensão de quadril, o que você também é capaz de fazer com algum treinamento). Se você observar atentamente, o pé deles aterrissa no chão próximo ao corpo, como deve ser para preservação da saúde dos joelhos.

Treinar agilidade muscular

Além de fortes, os músculos precisam trabalhar de forma ágil na corrida. Muitas vezes uma pessoa tem o músculo da coxa forte porém com contração lenta, e o joelho acaba sofrendo com isso. Exercícios dinâmicos são interessantes para esse treino de agilidade, como saltitos e agachamentos seguidos de um pequeno pulo.

Aterrissando com o médio pé e não o calcanhar é o ideal para suavizar o impatco (Foto: IStock Getty Images)Aterrissando com o médio pé e não o calcanhar é o ideal para suavizar o impatco (Foto: IStock Getty Images)

Aterrissando com o médio pé e não o calcanhar é o ideal para suavizar o impatco (Foto: IStock Getty Images)

Fortalecimento dos músculos do quadril

Não é só os músculos da coxa que devem estar fortes para proteger o joelho. Os músculos da lateral do quadril (principalmente o glúteo médio) têm um papel fundamental na estabilidade e posicionamento do joelho.

Amenizar o impacto

Tente correr fazendo o menor barulho possível ao aterrissar no chão. Dessa forma seu joelho sofrerá menos com o impacto da corrida. A melhor forma de executar essa tarefa é aterrissando primeira com o medio do pé no chão e não o calcanhar (e nem a ponta do pé).

 G1 GLOBO

Deixe seu comentário:

Nas redes sociais

Anuncie

Anuncie

Tempo

Últimas noticias

Publicidade