Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Palma-Sola debate autonomia financeira das mulheres no enfrentamento à violência - Rádio Solidária FM - 105,9 - Muito Mais Você

Fale conosco via Whatsapp: +55 49 991162328

No comando: Mandei Bem

Das 10:00 às 11:00

No comando: Encontro Serranos

Das 7:00 às 8:30

No comando: Top Fã

Das 8:30 às 10:00

No comando: Show Bandas

Das 07:00 às 10:00

No comando: BOM DIA SOLIDÁRIA

Das 08:00 às 10:00

No comando: Estação Solidária

Das 10:00 às 12:00

No comando: Mistura Total

Das 10:00 às 12:00

No comando: Raízes do Pampa

Das 10:00 às 13:00

No comando: Máquina do Tempo

Das 12:00 às 13:00

No comando: Domingaço

Das 13:00 às 15:00

No comando: SHOW DE BANDAS

Das 13:00 às 15:00

No comando: Show de Bandas

Das 13:00 às 15:00

No comando: TOP FÃ

Das 13:00 às 15|:00

No comando: Mandei Bem

Das 15:00 às 17:00

No comando: Antena Mix

Das 15:00 às 17:00

No comando: Arena 105

Das 15:00 às 17:00

No comando: ARENA 105

Das 15:00 às 17:00

No comando: LAÇO DO PEÃO

Das 17:00 às 19:00

No comando: Show Bandas

Das 17:00 às 20:00

No comando: Music Paradise

Das 19:00 às 20:00

No comando: Voz do Brasil

Das 19:00 às 20:00

No comando: Solidária Online

Das 20:00 às 07:00

Palma-Sola debate autonomia financeira das mulheres no enfrentamento à violência

Deputada Luciane Carminatti, com o cartaz de divulgação do evento.

Na segunda-feira, 14 de outubro de 2019, acontece no Centro de Eventos de Palma-Sola, o seminário regional “Autonomia financeira das mulheres do campo e da cidade e o enfrentamento à violência”.

A iniciativa é da Bancada Feminina da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em parceria com o Movimento de Mulheres Camponesas (MMC) e realização da Escola do Legislativo.

Neste ano, o seminário teve o primeiro evento em 20 de setembro, e o último, na capital, em 06 de março de 2020. O objetivo é discutir as políticas públicas e a importância da autonomia financeira para enfrentar situações de violência, além de cobrar medidas efetivas do governo estadual.

O propósito do seminário, é reunir mulheres do campo e da cidade, poder público, entidades, movimentos sociais e escolas para palestras e trocas de experiências regionais conduzidas por mulheres que criam oportunidades de autossuficiência.

A deputada Luciane Carminatti (PT) destaca a trajetória dessa construção. “Em 2017, a primeira edição abordou a necessidade de reconhecer e denunciar a violência contra a mulher. Agora, o segundo passo quer ressaltar a importância da emancipação econômica para prevenção e combate à violência doméstica e no ambiente de trabalho”.

Para Justina Cima, do Movimento de Mulheres Camponesas, a participação é fundamental. “Trata-se de um tema sobre o qual nós precisamos nos debruçar e contribuir. A violência está num nível assustador. Queremos fazer o debate, organizar as mulheres, para que se entendam como sujeitos, e articular o enfrentamento à cultura da violência de forma coletiva”.

O encontro em Palma-Sola, inicia as 9:00h e encerra as 16:40h. Na mesa de abertura estão previstas as presenças das deputadas Ada de Luca, coordenadora da bancada feminina, Luciane Carminatti, proponente deste seminário, e Marlene Fengler, presidente da Escola do Legislativo e outras autoridades. As atividades, durante a jornada, se desenvolvem em duas mesas-redondas, a plenária, e uma palestra, além de atividades culturais. Como ministrantes, a presença da pedagoga e camponesa, Justina Cima, da Dra. Claudete Junges, do MMC, da bacharel em contabilidade e camponesa, Noemi Krefta; e, das expositoras: Mirian Justina Millan Dalavechia, Zenaide Teresa Millan da Silva e Ivanete Gasperin Mantelli, do MMC, conforme detalha o cartaz de programação do evento.

 

Com Talita Rosa, da assessoria de comunicação da deputada Luciane Carminatti.

Deixe seu comentário:

Publicidades