Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

TRI FRONTEIRA: Aduana de Bernardo de Irigoyen é reaberta

Segundo o decreto, apenas moradores fronteiriços poderão atravessar a aduana, apresentando exame PCR negativo e tendo as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Na manhã desta terça-feira, dia 19 de outubro, a aduana argentina reabriu e as primeiras informações é de que nos primeiros dias somente 800 pessoas poderão passar pela Aduana diariamente.

Outro ponto destacado é que os visitantes deverão, apresentar o exame PCR negativo, realizado em até no máximo 72 horas antes, e ainda o comprovante de aplicação das duas doses da vacina contra a Covid-19, e deverão  ser moradores da fronteira.

Passagem de Bernardo de Irigoyen à Dionísio Cerqueira

Segundo o delegado da Polícia Federal do Brasil, Dr. Jean Helfenstein, uma vez aberta a fronteira argentina, para a passagem de cidadãos brasileiros, o mesmo deverá acontecer com a aduana brasileira. Ele ainda explica que o Brasil não está aberto para turismo, mas, a passagem será liberada para o público fronteiriço, caberá a Polícia Federal fazer esse controle de passagem dos argentinos, mas unicamente os moradores de Bernardo de Irigoyen, que deverão apresentar algum documento comprovando a residência no município vizinho.

Pelo menos nesse momento essa medida não vale para moradores de outras regiões, ou cidades da província de Misiones.

Confira algumas das regras para entrada na Argentina:

  • Esquema de vacinação completo, com data da última aplicação pelo menos 14 dias antes da chegada ao país;
  • Apresentação de teste de PCR negativo realizado em até 72 horas antes da entrada ao entrar no país.
  • Teste de PCR entre 5 a 7 dias depois que a pessoa chegar ao país ou conforme seja definido pela autoridade sanitária;
  • Pessoas que não apresentarem esquema de vacinação completo, incluindo os menores de idade, deverão fazer quarentena, testar para antígeno ao entrar e fazer teste de PCR até o sétimo dia.
  • Nos casos em que os testes apresentarem resultado positivo para a Covid-19, os turistas deverão permanecer isolados nas instalações previstas pelo governo argentino por 10 dias.
  • No caso de turistas que pretendem passar algum tempo na Argentina, estes deverão cotar com um seguro com cobertura Covid-19.

Confira o decreto abaixo:

 

Por Marieli Christo.

 

 

 

 

Deixe seu comentário:

Publicidades